SEMINÁRIO DA FASUBRA SINDICAL DISCUTE RACISMO, VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E DIVERSIDADE

17:26 | 22 de novembro de 2012

seminariosviolenciaeracismo1

A FASUBRA Sindical realizou na manha desta quinta-feira (22) seminário para discutir racismo, violência contra a mulher e diversidade. A mesa de abertura foi composta pelos três coordenadores gerais, Janine Vieira Teixeira, Gibran Jordão e Paulo Henrique dos Santos.

Abrindo os trabalhos, os coordenadores falaram da importância de Zumbi dos Palmares que é o símbolo da luta contra o racismo no Brasil. Foi dito ainda sobre a importância do debate sobre a violência contra a mulher que ainda hoje no país se mata 10 mulheres por dia, sendo que 70% dos agressores são o marido, ex-marido e companheiros. Só no ano de 2010, 615 mil mulheres acionaram o Disque Denúncia 180.

Foi lembrado também o covarde assassinato do jornalista Lucas Cardoso Fortuna, que era militante da causa LGBT, foi membro da ENECOS e atualmente era presidente do PT da cidade de Santo Antonio de Goiás. Lucas foi encontrado morto em uma praia em Recife essa semana, com marcas de espancamento e nada de valor foi roubado. Um crime que demonstra o ódio homofóbico que ainda existe em nossa sociedade.

Em seguida foram compostas as mesas específicas sobre racismo e diversidade, com as palestras feitas pelos convidados da FASUBRA Sindical para o evento, que reúne no auditório da CNTI delegados e delegadas escolhidos nas assembleias dos sindicatos de base para participar tanto dos seminários quanto da plenária que acontecerá amanhã (23) e no sábado (24).

Texto: Carla Jurumenha (ASCOM) com informações da Coordenação-geral.

Categorizados em: