I Encontro Norte-Nordeste reúne aposentados e pensionistas de todo país

19:05 | 19 de outubro de 2016

 

Evento aconteceu em Natal-RN e contou com 150 participantes dos sindicatos do nordeste, norte, sul e sudeste.

 

De 13 a 15 de outubro aconteceu o I Encontro Regional Norte-Nordeste de Aposentados e Pensionistas da FASUBRA, em Natal -RN. Organizado pelo Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Educação do Ensino Superior (SINTEST-RN), o evento contou com 150 participantes dos sindicatos do nordeste, norte, sul e sudeste.

Na mesa de abertura participaram os coordenadores da FASUBRA, Edson Lima (comunicação), Maria Loura Silveira e Darci Cardoso (aposentados). Representando o SINTEST-RN, os coordenadores Maria Aparecida de Araújo (geral) e João Maria dos Santos (aposentados). Também estavam presentes pela FASUBRA os coordenadores Roberto Luís e Ângela Targino.

 

Análise de conjuntura

Os palestrantes apresentaram a mesma visão sobre a necessidade de união dos trabalhadores do serviço público federal, para enfrentamento aos ataques do governo de Michel Temer, configurados principalmente pela PEC 241/16, que congela salários e investimentos em políticas públicas por 20 anos, reformas da previdência e trabalhista e PLP 257/16, afetando diretamente os aposentados.

Após, houve ampla participação dos aposentados e pensionistas no debate. Foram abordadas diversas visões do cenário político, mas, caminhando no sentido da unidade, em seguir na construção de um processo de resistência por meio da greve no setor da educação ou greve geral.  

Ao final, aconteceu um ato público na reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para dialogar com a reitora da instituição. Os seguranças trancaram as portas impedindo o acesso dos manifestantes, que fizeram um “barulhaço”, sendo recebidos pela pró-reitora Miriam Dantas. À tarde foram recebidos pela reitora da instituição.

 

Cuidados com a saúde do idoso

A mesa da tarde  tratou do tema “Cuidados com a saúde do idoso” , ministrada pelo médico geriatra  Gustavo (CAURN- plano de saúde), sob a coordenação de João Maria Santos (SINTEST-RN) e Darci Silva (FASUBRA).

Gustavo falou sobre a importância da qualidade de vida e citou alguns requisitos como saúde de qualidade, saúde financeira, educação, saneamento básico, entre outras.

A FASUBRA justificou a necessidade de luta dos aposentados contra a aprovação da PEC 241/16, que vai exatamente na contramão da qualidade de vida.  

Ângela Paiva, reitora da UFRN e atual presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES) , participou do debate e afirmou que a associação tem posição contrária à PEC 241/16.

Segundo a reitora, será realizada uma reunião com o ANDES, PROIFES, FASUBRA, SINASEFE e UNE para construir uma agenda de enfrentamento à PEC 241/16. Também afirmou que a Andifes vai construir uma agenda propositiva de enfrentamento contra a Medida Provisória 746/16 (reestruturação do ensino médio).

 

Democratização das IFES para aposentados

Maria Loura Silveira, disse como os aposentados da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) conquistaram o direito ao voto no conselho universitário e à consulta para reitor da universidade. Ao final,  foram realizados encaminhamentos para avançar na luta pelo direito ao voto de aposentados nas instâncias universitárias de todo o país.

 

Silêncio como violência doméstica

A palestra ministrada pela professora Jonhkat Santos (filósofa e especialista em educação) tratou o “Silêncio como violência doméstica”. Segundo Jonhkat,  a depressão e o suicídio são frutos do silêncio e aceitação da violência doméstica (física ou psicológica) de forma pacífica. A palestrante fez um chamado aos aposentados e pensionistas para não se calarem diante da violência doméstica.

 

Déficit Previdenciário e o Sistema da Dívida Pública: a verdade dos números

Felipe Tavares, técnico-administrativo e coordenador de Educação e Formação do SINTEST-RN fez uma apresentação técnica sobre o assunto, informando que, “o déficit da previdência é uma mentira e o Sistema de Seguridade Social é superavitário”.

 


 

 

Economia Doméstica

William Eufrásio, professor e economista da UFRN, orientou aposentados e pensionistas a evitar as tentações do consumo e da compulsão por compras. Como sugestão, propôs a criação de cooperativas, hortas e outras atividades que proporcionam economia financeira e melhor qualidade de vida para pessoas aposentadas.

Animados com as propostas, aposentados e pensionistas pediram aconselhamento e solicitaram a possibilidade de intercâmbio entre o professor e outras entidades de base.

 

No intervalo do almoço os participantes se divertiram em uma sessão de “contação de causos”, poesias e exibição de vídeos pelo poeta potiguar Paulo Varela, que costuma contribuir em eventos do SINTEST-RN e de outros sindicatos do estado.

 

Legislação e direitos dos aposentados

Carlos Alberto Marques, assessor jurídico do SINTEST-RN  e membro da Assessoria Jurídica Nacional da FASUBRA, apresentou as mudanças na legislação para aposentadoria e suas desvantagens. Houve certo interesse neste assunto, devido aos ataques de diversos governos que tentaram e tentam a todo custo desvinculá-los dos trabalhadores da ativa. As intervenções dos aposentados e pensionistas revelaram que apesar de todos os ataques, ainda não perderam a disposição de luta.

A última palestra ministrada pela Professora Alice Maria abordou o tema Sexualidade na Terceira Idade”, de forma descontraída e bastante participativa.

 

Encaminhamentos:

1 – Que a FASUBRA envie uma carta de repúdio ao MEC pedindo respeito aos aposentados e que o governo pare com os ataques;

2 – Na medida em que o Encontro Regional se mostrou uma forma efetiva de descentralizar o debate, diminuir custos e possibilitar a participação de uma maior quantidade de aposentados no debate, que a FASUBRA, além de realizar um Encontro Nacional de Aposentados por ano (resolução congressual), incentive e apoie a realização de pelo menos um encontro regional por ano.

3 – proposta de realização de um Encontro Regional (sul) em março do próximo ano na UFRGS.

4 – Que a Fasubra retome e garanta o funcionamento do GT Aposentados.

5 – Que a Fasubra oriente as entidades de base a fazer mobilização permanente dos aposentados através do funcionamento dos GTs aposentados e reuniões semanais, mensais, etc.

6 – Ratificar posição contra o Governo Temer e qualquer tipo de ataque aos trabalhadores ativos e aposentados.

7 – Que os sindicatos de base e a Fasubra se empenhem a  garantir melhores condições para que os aposentados e pensionistas participem em maior número de eventos (seminários, encontros, etc).

8 – Que os sindicatos de base continuem a luta pela inclusão dos aposentados (as) nos conselhos universitários e Comissões Internas de Supervisão da carreira.

9 – Que os sindicatos lutem para que os aposentados e pensionistas votem para reitor das universidades

10 – Que a Fasubra faça um documento para divulgar na mídia sobre a real situação da previdência social, dívida pública e o déficit da previdência.

11 – Que a Fasubra efetive a implementação das resoluções encaminhadas no Relatório do IV Encontro de Aposentados e Assuntos de Aposentadoria e aprovadas na Plenária Nacional Estatutária de junho/2016.

 

Assessoria de Comunicação FASUBRA Sindical

 

Categorizados em: