Após anos de esvaziamento, pacificação atrai empresas para áreas próximas a favelas

15:06 | 14 de dezembro de 2010

RIO – Se a violência afastou as indústrias do entorno das favelas nos últimos anos, as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) estão fazendo o oposto. Multinacionais como a Philips e a Procter & Gamble (P&G) já estão acreditando na política de segurança pública do Rio. O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Júlio Bueno, confirma o interesse de empresas em se estabelecer em áreas antes dominadas pelo tráfico:
– O processo está se iniciando. É preciso criar o ambiente econômico para o retorno e a instalação de novas empresas. A Procter & Gamble, por exemplo, se estabeleceu no ano passado na Cidade de Deus (a favela foi ocupada há dois anos pela polícia).
Leia Mais…
Fonte: O Globo On Line

Categorizados em: