30/09 e 3/10 – Manifestações contra a PEC 32/20, as privatizações e em defesa dos servidores e dos serviços públicos

12:37 | 5 de outubro de 2020

No sábado (3/10), lideranças políticas, dos movimentos sociais, entidades e centrais sindicais, além de artistas e intelectuais, participaram do ato “Em Defesa da Soberania Nacional e Pelo Povo Brasileiro”, no Rio de Janeiro, e também por meio das redes sociais, contra as privatizações de estatais e contra os ataques do governo Bolsonaro ao serviço público.

O ato marcou os 67 anos da Petrobras e repudiou a recente votação do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou a venda de refinarias pelo governo, sem a necessidade de anuência do Congresso Nacional. As reformas do governo Bolsonaro – a Reforma Administrativa (PEC 32/2020); o Plano Mais Brasil – PECs 186, 187 e 188; os cortes no orçamento da Educação e Saúde para 2021 também foram pauta do dia e deu continuidade às manifestações realizadas no dia 30/09.

O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), a Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo e o Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas e Plataforma Operária e Camponesa da Água e da Energia participaram do ato.

30/09 – Dia Nacional de Luta em Defesa do Serviços Públicos

Na quarta-feira (30/09), trabalhadores e trabalhadoras dos serviços públicos das três esferas, entre eles os técnico-administrativos em educação, participaram de mobilizações presenciais (conforme as recomendações da OMS) e virtuais, em diversas capitais e municípios, contra a retida de diretos.

O dia foi marcado ainda por ações de diálogo com a população, com o objetivo de mostrar que a reforma prevê o desmonte do serviço público e desconfigura as relações de trabalho na administração pública com o fim da estabilidade que é a garantia do trabalhador de poder denunciar atos corruptos, sem retaliação ou sem demissão, entre outros aspectos.

Fora Bolsonaro e Mourão!
Não à Reforma Administrativa!
Não ao Plano Mais Brasil!

Com informações dos sindicatos de base.
Fotos: Sindicatos de base.
Foto de capa SINTUFSC.

Categorizados em:

Este artigo foi escrito porCynthia