Moção de apoio à paridade, à democracia e a autonomia universitária

 

A UFABC encontra-se sob intervenção de um interino e queremos a nomeação do professor Dácio para que não haja um golpe na democracia universitária, na autonomia universitária e na conquista da paridade.

 

A Fasubra Sindical, em sua plenária nacional reunida em Brasília nos dias 02, 03 e 04 de março de 2018, expressa por meio desta moção a preocupação na nomeação do reitor Dácio Matheus, eleito democraticamente pela comunidade da Universidade Federal do ABC (UFABC), pelo MEC.

 

A Universidade Federal do ABC é pioneira em inclusão, muito antes da criação da lei específica para tal, já possuía 50% das vagas de ingresso direcionadas para estudantes de escolas públicas, afrodescendentes, indígenas e deficientes.

 

É importante ressaltar que tal vanguardismo só foi possível graças à autonomia universitária e o comprometimento de toda comunidade acadêmica. Hoje, esta mesma comunidade, leva sua preocupação à Fasubra, a qual acolhe com a mesma preocupação e vem através desta moção apoiar a democracia e autonomia de todas as universidades públicas, mas em especial à UFABC, onde tais pilares tem sido afrontados pela ameaça de ingerência governamental.

 

Há demora na nomeação do reitor Dácio Matheus, o mais votado na consulta pública (ressalta-se que, este resultado seria o mesmo levando em consideração a paridade duramente conquistada ou não), posteriormente escolhido quase por unanimidade pelo colégio eleitoral e encabeçador da lista tríplice.

 

Hoje, parte da mídia veicula a resistência governamental ao nome escolhido de forma soberana pela comunidade acadêmica. A UFABC encontra-se sob intervenção de um interino e queremos a nomeação do professor Dácio para que não haja um golpe na democracia universitária, na autonomia universitária e na conquista da paridade. Por serem esses pilares, bases inquestionáveis e norteadoras da Fasubra, esta apoia a comunidade local e repudia qualquer ação em afronta a isso. Para que esses valores sejam preservados, nós da Federação solicitamos com urgência a nomeação do reitor eleito pela comunidade acadêmica e a restauração do respeito à democracia.

 

Os delegados e delegadas presentes nesta plenária, bem como a direção manifestam sua preocupação e se comprometem com a total vigilância em prol da manutenção da autonomia e democracia nas universidades brasileiras.

 

Plenária Nacional da FASUBRA Sindical

Brasília, 04 de março de 2018.