Campanha de Solidariedade: HU de Sergipe recebe 400 Face Shields e 200 máscaras N95

O Sintufs – Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação da UFS (Universidade Federal de Sergipe), foi outro sindicato que reforçou a proteção e integridade física daqueles e daquelas que atuam diretamente no combate à COVID-19, no Hospital Universitário de Aracaju (HU-UFS). Entre maio e junho foram entregues 400 Face Shields e 200 máscaras N95. “Achamos muito interessante o gesto da FASUBRA, o pensamento coletivo. Foi muito importante porque a gente pôde ampliar a quantidade de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) entregues (máscara e Face Shields)”, afirmou o coordenador-geral Wagner Vieira.

Segundo Wagner, o Sintufs já tinha iniciado ações de solidariedade para proteger os técnico-administrativos e técnica-administrativas do Hospital Universitário (HU), já que eles estavam recebendo os EPIs de forma racionada e não tinham sequer máscaras N95. “Estavam entregando apenas máscaras cirúrgicas. A N95 era entregue com pouca frequência. Praticamente só as pessoas que estavam relacionadas à COVID-19. Então achamos importante que os trabalhadores e trabalhadoras tivessem essa proteção das máscaras e dos Face Shields que não é algo comum lá no Hospital de Aracaju”, explica.

Conforme Wagner, por meio da Campanha da FASUBRA foi possível dobrar a quantidade de Face Shields. “Compramos 200 e com a ajuda da FASUBRA chegamos a 400. Conseguimos fazer uma entrega para todos que estão na linha de frente e que estavam precisando. Inicialmente os beneficiados seriam apenas do RJU (Regime Jurídico Único), mas ampliamos para os terceirizados e também para os residentes”, celebrou.

O coordenador do Sintufs informou que havia muita contaminação cruzada dentro do HU e que, portanto, era essencial que esses trabalhadores e trabalhadoras também fossem contemplados com os EPIs. “Temos uma relação muito boa com os residentes e eles também estão na linha de frente da COVID-19, apesar de o hospital só considerar os que estão no anexo específico de tratamento. Então fizemos um grande esforço e foi muito bom o auxílio da Federação”, disse.

As doações de EPIs foram realizadas nos dias 21 de maio, 1º de junho e 16 de junho, sendo que a última contou com a contribuição da Campanha “Todas as Vidas Importam – A Vida Acima do Lucro”, idealizada pela FASUBRA. Além da busca por melhores condições de trabalho, a campanha busca minimizar o sofrimento de comunidades carentes durante a maior crise sanitária dos últimos 100 anos.

A FASUBRA reforça a necessidade urgente de investimentos em Saúde e Educação, tão prejudicadas pela EC 95. O Sistema Único de Saúde (SUS) é o maior protagonista na luta atual contra a pandemia, em conjunto com a ciência e a pesquisa.

Trabalhadores e trabalhadoras da Educação salvam vidas!

Todas as Vidas Importam!

A Vida Acima do Lucro!

Fora Bolsonaro e Mourão!

Fotos: Assessoria Sintufs