30/09 e 3/10 – Manifestações contra a PEC 32/20, as privatizações e em defesa dos servidores e dos serviços públicos

No sábado (3/10), lideranças políticas, dos movimentos sociais, entidades e centrais sindicais, além de artistas e intelectuais, participaram do ato “Em Defesa da Soberania Nacional e Pelo Povo Brasileiro”, no Rio de Janeiro, e também por meio das redes sociais, contra as privatizações de estatais e contra os ataques do governo Bolsonaro ao serviço público.

O ato marcou os 67 anos da Petrobras e repudiou a recente votação do Supremo Tribunal Federal (STF) que autorizou a venda de refinarias pelo governo, sem a necessidade de anuência do Congresso Nacional. As reformas do governo Bolsonaro – a Reforma Administrativa (PEC 32/2020); o Plano Mais Brasil – PECs 186, 187 e 188; os cortes no orçamento da Educação e Saúde para 2021 também foram pauta do dia e deu continuidade às manifestações realizadas no dia 30/09.

O Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), a Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo e o Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas e Plataforma Operária e Camponesa da Água e da Energia participaram do ato.

30/09 – Dia Nacional de Luta em Defesa do Serviços Públicos

Na quarta-feira (30/09), trabalhadores e trabalhadoras dos serviços públicos das três esferas, entre eles os técnico-administrativos em educação, participaram de mobilizações presenciais (conforme as recomendações da OMS) e virtuais, em diversas capitais e municípios, contra a retida de diretos.

O dia foi marcado ainda por ações de diálogo com a população, com o objetivo de mostrar que a reforma prevê o desmonte do serviço público e desconfigura as relações de trabalho na administração pública com o fim da estabilidade que é a garantia do trabalhador de poder denunciar atos corruptos, sem retaliação ou sem demissão, entre outros aspectos.

Entidades filiadas da FASUBRA Sindical em diversos estados se somaram aos atos, confira:

SINTEST/RN

Manifestação de técnico-administrativos em educação de ensino superior em Natal/RN.

ASSUFSM

Algumas entidades sindicais de base, como a ASSUFSM, participaram das atividades do dia 30/09 produzindo lives para debater as consequências das reformas, em especial a PEC 32/2020. Confira em: https://bit.ly/30ANVr0

ASSUFRGS

Os técnico-administrativos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) e do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), promoveram uma assembleia online no dia 29/09 e, no dia 30/09, participaram de ato em frente ao Hospital de Pronto Socorro, em Porto Alegre/RS.

SINTUFS

Em Aracaju/SE foi realizada uma caminhada contra a Reforma Administrativa, da Praça Camerino à Assembleia Legislativa de Sergipe.

SINTUFSC

Trabalhadores e trabalhadoras em educação da Universidade Federação de Santa Catarina (UFSC) também aderiram ao ato em Florianópolis.

SINTESPB

Na Paraíba não foi diferente. Representantes do SINTESPB se juntaram a outras entidades e centrais em protesto.

SINTUFCE

A Diretoria colegiada do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce) participou de ato realizado em frente a sede da superintendência dos Correios em Fortaleza. Além do Sintufce, a atividade contou com a participação de representantes das centrais sindicais e de entidades que representam o serviço público.

SINT-IFESgo

Em Goiânia/GO, o SINT-IFESgo participou, junto com o Fórum Goiano, de uma carreata pelo centro da cidade. Cerca de 50 veículos participaram do ato para protestar contra a proposta de Reforma Administrativa do governo federal. A carreata percorreu a região central, do Paço Municipal até a Praça Cívica.

SINTUFES

Em Vitória/ES, o ato foi realizado na Praça Costa Pereira. Uma carta contra a PEC 32/20 foi lida na ocasião. Mais de 35 entidades, dentre elas as que integram o Fórum Capixaba em Defesa da Vida das Trabalhadoras e Trabalhadores marcaram presença no ato público.

ASSUFBA

A ASSUFBA, juntamente com outras entidades do serviço público, também participou de ato no Viaduto do Canela, em Salvador/BA.

A FASUBRA Sindical permanecerá na luta contra todos os ataques, juntamente com os fóruns estaduais, municipais, as entidades da educação e dos serviços públicos, para derrotar a política de destruição de Bolsonaro. A resposta deve ser a união dos trabalhadores e trabalhadoras de todas as categorias!

Fora Bolsonaro e Mourão!
Não à Reforma Administrativa!
Não ao Plano Mais Brasil!

Com informações dos sindicatos de base.
Fotos: Sindicatos de base.
Foto de capa SINTUFSC.