Fasubra Sindical

Switch to desktop Register Login

PLENÁRIA AVALIA A GREVE DE 2012 E APROVA RESOLUÇÕES

plendiadois1

No segundo dia da Plenária Nacional Estatutária da Fasubra Sindical as delegadas e delegados à Plenária, representando 31 entidades filiadas, deram continuidade ao balanço da greve de 2012. 

Na maioria das falas, os delegados compararam a greve realizada em 2011 com o movimento encampado agora em 2012. A avaliação da maioria dos delegados presentes foi de que, apesar do índice conquistado não ter sido o ideal (15.8%), a greve trouxe avanços relevantes no que tange aos anexos III e VI, aumento no step, além de garantir a paridade dos aposentados.  

Os delegados reconheceram a importância do apoio da Federação à negociação das pautas locais e apontaram como desafios importantes a serem superados pela categoria: a privatização dos HUs em andamento através da EBSERH, a agilização das atividades dos Grupos de Trabalho (CNSC e Capacitação) e também implementação do Plano de Lutas oriundo do XXI Confasura. 

A tarde do sábado foi destinada aos encaminhamentos e deliberações finais. As resoluções serão divulgadas no Informe de Direção, que trará o posicionamento da categoria acerca da revogação da Reforma da Previdência, definição de ações contra a EBSERH, moções, realização de Encontro Nacional sobre os HU’s e Educação Superior (com participação do Andes, Sinasefe e movimento estudantil), acompanhamento dos Projetos de Lei que tratam do direito de greve e que estão em tramitação na Câmara dos Deputados, entre outras resoluções.

Por: Carla Jurumenha – ASCOM FASUBRA Sindical

DELEGADOS À PLENÁRIA NACIONAL ESTATUTÁRIA FAZEM BALANÇO DA GREVE DE 2012

plenariaout2

Os 136 delegados presentes à Plenária Nacional Estatutária dedicaram a tarde desta sexta-feira (19) a analisar o resultado da greve de 2012.

plenariared

A plenária teve início às duas da tarde, quando a coordenação-geral da Fasubra, constituída por Janine Vieira, Paulo Henrique dos Santos e Gibran Jordão formaram a mesa coordenadora e começaram a repassar os informes sobre a luta contra a EBSERH, as viagens feitas pela Direção Nacional para participar de eventos sindicais no exterior, a adesão da Fasubra à campanha Outubro Rosa, atividades da Comissão Nacional de Supervisão da Carreira, e os trabalhos da coordenação de Raça e Etnia.

plendiadois1

Posteriormente, a mesa procedeu-se à inscrição de aproximadamente 80 delegados para as falações acerca do Balanço da Greve. Em sua maioria, a intervenções ressaltaram que quando há unidade na Direção Nacional, como foi o caso do movimento paredista liderado pela Fasubra, isso se reflete na base e gera avanços e conquistas para a categoria.

Em várias falas ficou evidente que a união dos técnico-administrativos em Educação a outros segmentos do funcionalismo, tais como Andes e Sinasefe, foi primordial para dobrar o governo e levar a categoria a fechar o acordo com conquistas satisfatórias.

Neste sábado, (20), a Plenária terá continuidade a partir das 9h, no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Indústria (CNTI), em Brasília.

 

Por Carla Jurumenha – ASCOM FASUBRA Sindical

CCTTUB: COM PROJETO DE ESTRUTURA REVISADO, COMEÇARÃO AS FUNDAÇÕES

ccttub10

As obras do Centro de Convivência dos Trabalhadores Técnico-Administrativos das Universidades Brasileiras (CCTTUB) entrarão agora na fase das fundações. De acordo com o engenheiro Mozar Neves de Souza, fiscal da obra, o projeto está dentro do cronograma de realização da construção.

Mozar informa que o projeto está sendo dirigido do Centro de Planejamento Oscar Niemeyer (CEPLAN) da Universidade de Brasília (UNB). “Realizamos uma reunião com a empresa responsável pela obra para passar a revisão do projeto estrutural. Com o mapa de cargas pronto, passaremos, nos próximos dias, para a perfuração do terreno e as fundações”, afirma o engenheiro.

Essa primeira etapa da edificação, que compreende estrutura e cobertura, deve ser entregue até o final de janeiro de 2013.

Por João Camilo
Jornalista 

PLENÁRIA NACIONAL DA FASUBRA COMEÇA COM O DEBATE SOBRE O DIREITO DE GREVE

image

A FASUBRA estará reunida hoje (19) e amanhã para a Reunião Plenária Nacional. A plenária acontece no auditório da CNTC em Brasília e conta com representantes dos técnico-administrativos de todo país por peio de suas delegações.

O primeiro assunto na pauta de hoje foi o debate a respeito do Direito de Greve. Participaram do painel como convidados da mesa, representando a CTB Fátima Reis, o representante da CSP CONLUTAS Cyro Garcia, e o representante da CUT Pedro Armengol.

Após as explanações dos painelistas, foi aberto para perguntas dos representantes da categoria. Os participantes tiveram oportunidade de esclarecerem suas dúvidas e colocarem argumentos que não foram abordados.

O próximo encaminhamento da reunião é a avaliação da greve, onde serão discutidos os pontos sobre o movimento paredista iniciado pela categoria no mês de junho deste ano.

Por João Camilo

Jornalista

DN REALIZA REUNIÃO PREPARATÓRIA PARA A PLENÁRIA NACIONAL

reunidn1

A Direção Nacional da Fasubra Sindical reúne-se nesta quarta-feira (17), em Brasília, em preparação à Plenária Nacional Estatutária e para definir assuntos internos.

Na pauta do encontro estão: representações, assuntos financeiros, organização de plenárias, planejamento estratégico, seminário sobre os Hospitais Universitários, Comissão Nacional de Avaliação do Ensino Superior (CONAES), anulação da Reforma da Previdência, auditoria Cidadã da Dívida, campanhas sobre EBSERH e 30H e Negociação Coletiva e Direito de Greve.

reunidn2

A Plenária Nacional Estatutária da Fasubra (PNE) acontecerá na próxima sexta-feira (19) e no sábado (20), no auditório da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Indústria (CNTI), localizada na W3 Norte, Quadra 505, Conjunto A – Brasília (DF).

Pauta - A programação da Plenária prevê o repasse de Informes, a realização do painel Negociação Coletiva e Regulamentação do Direito de Greve no Serviço Público, e finalizando, o Balanço da Greve de 2012.

reunidn6

Para a coordenadora-geral da Fasubra, Janine Vieira Teixeira é fundamental a participação dos delegados. "O direito de greve está ameaçado no país e a discussão do assunto é de extrema importância para a categoria, bem como a avaliação da greve dos TAE´s realizada este ano", salientou.

Por Carla Jurumenha – Ascom Fasubra Sindical