Fasubra Sindical

Switch to desktop Register Login

Reunião ampliada: Centrais destacam resistência contra a reforma da Previdência e unidade na luta

 

Centenas de dirigentes sindicais de todo o país se reúnem em Brasília para organizar a luta.

 

Nesta manhã, 03, a FASUBRA Sindical participou da reunião ampliada dos servidores públicos federais, no hotel San Marco em Brasília-DF. O evento organizado pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) junto ao Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) reuniu centenas de dirigentes sindicais de todo o país.

 

Na análise de conjuntura, as centrais sindicais CUT, CTB e CSP-Conlutas destacaram que o momento é de resistência contra a reforma da Previdência e unidade dos trabalhadores na luta.

 

“A nossa resistência vai impedir a reforma da Previdência, mas não é a solução dos nossos problemas. Passada essa luta, o nosso foco é pela revogação da EC 95/16”, afirmou Pedro Armengol da CUT.

 

Saulo Arcangeli da CSP - Conlutas destacou a importância de reativar os fóruns em defesa da Previdência Social. “Para manter os lucros do capital os governos vão atacar os trabalhadores. Nossa tarefa é estar nas ruas para derrubar de vez essa reforma”.

 

A CTB, representada por Mário Garofolo,  criticou o relatório do FMI que defende o ajuste fiscal no Brasil e as reformas e destacou a unidade da classe trabalhadora. “Nós defendemos a participação do trabalhador, é fundamental fazer o debate de que Estado queremos”.

 

Ana Júlia Tostes da Intersindical fez uma saudação e afirmou a importância de revogação da reforma Trabalhista e o impacto da EC 95/16 na educação. “Devemos tomar as rédeas do país e fazer um referendo convocatório para revogar a reforma trabalhista”.



 

Em seguida, a mesa abriu o debate para o auditório, que apresentou 25 inscrições dos dirigentes dos sindicatos de base. À tarde serão apresentados painéis sobre diversos temas que atacam os direitos dos trabalhadores brasileiros, em especial os servidores públicos e a Campanha Salarial 2018.

 

Assessoria de Comunicação FASUBRA Sindical