Fasubra Sindical

Switch to desktop Register Login

Jogo de cartas marcadas - Temer sobrevive a mais um processo

 

Só os trabalhadores mobilizados nas ruas podem derrotar Temer! Participe no dia 27 de outubro do Dia Nacional em Defesa dos Serviços Públicos.

 

Na noite de quarta-feira, 25, a Câmara dos Deputados recusou mais uma vez, a autorização para o Supremo Tribunal Federal (STF) processar por crime comum o presidente Michel Temer (PMDB) e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral). Em menos de três meses a câmara não aprovou o processo que autoriza a investigação ao (des)governo de Temer sobre o crime de obstrução de justiça e organização criminosa.

 

As negociatas feitas durante toda semana, para obter os votos necessários a aprovação do relatório, contaram com a liberação de nove ministros, verbas para parlamentares e Medidas Provisórias para agradar as bancadas.

O espetáculo em rede nacional, evidenciou mais uma vez o jogo de cartas marcadas entre PMDB e PSDB (no senado o PMDB salva Aécio Neves e na câmara o PSDB salva Temer).

 

Porém, diferente da votação anterior, a aprovação do relatório foi mais apertada com 251 votos a favor e 233 contra. O plenário acompanhou o relatório da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG).

 

O pedido de autorização será arquivado. Neste cenário de crise política, o governo, agora “liberado das acusações”, voltará às ações para atacar o conjunto dos trabalhadores e trabalhadoras na tentativa de aprovar as reformas paradas no congresso. Além disso, Temer aguardava passar o processo para acelerar os ataques às Universidades Federais e ao conjunto dos servidores públicos.

 

Por isso, é necessário a retomada de ações nas ruas para derrotar tais ataques. A crise política não impede que o governo continue com a política de privatização. A FASUBRA, tem feito um chamado às demais entidades do serviço público federal, através do FONASEFE para um calendário unificado de LUTA. A plenária da FASUBRA já iniciou a mobilização de sua base com a jornada de enfrentamento aos desmandos desse DESGOVERNO.

 

Dia Nacional em Defesa dos Serviços Públicos

A Federação convoca a participação ativa de todas as entidades sindicais no dia 27 outubro, Dia Nacional em Defesa dos Serviços Públicos, com atos em todos os estados junto a outras categorias e deflagração da greve a partir do dia 10 de novembro.

 

Porém, é necessário ir além, defendemos a construção de uma nova Greve Geral para derrotar a Reforma da Previdência (PEC 287/2016), o PLS 116/2017, revogar a Emenda Constitucional 95/16, a Lei de Terceirizações (13.429/2017) e a Reforma Trabalhista (13.467/2017).

FORA TEMER!

 

Direção Nacional FASUBRA Sindical