Fasubra Sindical

Switch to desktop Register Login

FASUBRA realiza ato em frente ao apartamento do ministro da Educação em Recife-PE

 

 

A Federação reforçou que permanece comprometida com o desenvolvimento e soberania do país, contra as privatizações e  cobrança de mensalidades nas universidades.

 

O Dia Nacional de Paralisação e Lutas contra a reforma da previdência e o pacote anti-servidor do governo federal, dia 14 de setembro, mobilizou cerca de 700 trabalhadores técnico-administrativos em educação em Recife-PE. A concentração do Ato Nacional com caravanas da região nordeste aconteceu na Praça de Boa Viagem.

 

A manifestação seguiu em marcha pela Avenida Boa Viagem, com trio elétrico, faixas, cartazes e bandeiras, os trabalhadores gritavam palavras de ordem, “pisa ligeiro, pisa ligeiro, quem fecha com o Temer também fecha com os banqueiros”. “A nossa luta é todo dia, educação não é mercadoria”. “O poder do povo vai fazer um mundo novo”.

 

Ao chegar em frente ao apartamento do ministro da Educação, Mendonça Filho, na orla da praia, os trabalhadores realizaram o Ato Nacional. O ministro tem ignorado diversas tentativas dos trabalhadores técnico-administrativos em educação de estabelecer um diálogo frente às reivindicações da Categoria, desde a mudança de governo.

 

 

Os trabalhadores queimaram uma mala com dinheiro cenográfico em protesto contra a corrupção e cobraram o ministro, deixando claro que não se calarão diante dos ataques do governo. A FASUBRA reforçou que permanece comprometida com o desenvolvimento e soberania do país, contra as privatizações e  cobrança de mensalidades nas universidades.

 

A FASUBRA conclamou a sociedade para se unirem em defesa do patrimônio público, da universidade brasileira, em defesa das conquistas e da carreira dos trabalhadores técnico-administrativos, contra a reforma da previdência e contra a reforma trabalhista, que mesmo após aprovação pode ser revogada. “Não vamos deixar o processo de vendas desse país seguir da forma que está sendo feito, estamos aqui para barrar os ataques ao Brasil, para defender a educação pública”. Os gritos de “Fora Temer”  e “Fora Mendonça” finalizaram o ato.

 

À tarde, a manifestação dos Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais aconteceu na Praça do Derby, seguindo para a Praça do Senhora do Carmo.

 

Também aconteceram atos nos estados.

 

Assessoria de Comunicação FASUBRA Sindical